27.06.2015

Alergia Alimentar: Vitória para os pais e para os pequenos

Bebês, Saúde

alergia alimentar rotulo anvisa crianças

Seu filho tem alguma alergia alimentar? Pais que têm filhos alérgicos sabem o quanto é difícil não ter certeza se determinado produto pode ser consumido com segurança, né?

Mas, na última quarta-feira, tivemos uma ótima notícia! A Anvisa determinou que todas as substâncias alergênicas devem ser identificadas nos rótulos dos produtos! Uma conquista e tanto, pois sem essas informações nos rótulos, muitos pais precisam ligar para o SAC das empresas para confirmar ou então, na dúvida, não oferecem o produto aos seus filhos.

De acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, cerca de 10% da população brasileira tem alergia a algum tipo de alimento!

Com a decisão, as fabricantes têm um ano para se adaptar e precisarão registrar nas embalagens a existência de 17 itens: trigo (centeio, cevada, aveia e suas estirpes hibridizadas); crustáceos; ovos; peixes; amendoim; soja; leite de todos os mamíferos; amêndoas; avelã; castanha de caju; castanha do Pará; macadâmia; nozes; pecã; pistaches; pinoli e látex natural.

Os produtos deverão trazer as seguintes informações no rótulo:

– Alérgicos: Contém (nomes comuns dos alimentos que causam alergias alimentares);
– Alérgicos: Contém derivados de (nomes comuns dos alimentos que causam alergias);
– Alérgicos: Contém (nomes comuns dos alimentos que causam alergias alimentares) e derivados.

As palavras têm que estar em caixa alta, negrito e com a cor diferente do rótulo. A letra não pode ser menor do que a da lista de ingredientes.

E o mais legal dessa nova resolução é que ela veio após a campanha #poenorotulo, organizada por pais e mães que sofrem com essa falta de informação clara nas embalagens. Muitos já passaram até por transtornos com filhos que ingeriram alimentos e tiveram reações graves.

Parabéns para a vitória da Campanha…Mães unidas jamais serão vencidas! rsrs Vamos ficar de olho e aguardar essa mudança com ansiedade!! ;-)

Comentários no Facebook
0 Comentários
Deixe um comentário