30.06.2015

Meningite B: A importância da nova vacina

Bebês, Saúde

E a tão esperada vacina contra Meningite B, enfim, chegou ao Brasil!! Já oferecida nos Estados Unidos e na Europa, a criação dessa vacina foi um desafio para os cientistas do mundo todo.

A Meningite B é muito perigosa, já que a evolução da doença é extremamente rápida e, em poucas horas, ela pode matar. Para se ter uma ideia da gravidade dessa doença, no Brasil, a taxa de mortalidade da Meningite do tipo B é de um a cada cinco infectados (20%) e, nos que sobrevivem, há alto índice de sequelas.

E o que deixa essa doença ainda mais séria, é o fato de que os sintomas são muito parecidos com de outras doenças mais simples e isso pode dificultar o diagnóstico rápido.

Para entender mais sobre o assunto, conversamos com a neonatologista Dra. Danielle Negri. Não deixem de ler o texto com informações muito importantes sobre a vacina.

Por enquanto, a nova vacina só está disponível na rede privada.

Little Baby Get An Injection

Nova vacina para Meningite B – por Dra. Danielle Negri

Há mais de 10 anos a indústria farmacêutica vem tentando desenvolver uma vacina eficaz contra a meningite meningocóccica do tipo B. Finalmente, após anos de espera, ela chegou ao mercado mundial.

O meingococcodo tipo B é responsável por 20% dos casos de meningite meningocócica no Brasil, sendo a região Sul a mais acometida. Foi o tipo mais comum no Rio de Janeiro nas décadas recentes o que causa grande preocupação por parte da comunidade médica pediátrica.

A meningite meningocóccica e meningococcemia (infecção do sangue por esta bactéria de imensa gravidade) é, com certeza, a maior emergência infecciosa que enfrentamos na prática pediátrica.

A meningite é a inflamação da membrana que protege o sistema nervoso central e, a principal forma de contágio da doença é por meio de respiração, quando gotas de saliva de um indivíduo infectados são transmitidas para uma pessoa saudável e entram em contato com a mucosa da boca ou do nariz. Tosse, espirros e até gotículas da própria fala são meios de transmissão. A doença, no entanto, possui uma rápida evolução e não infrequente, pode levar à morte em menos de 24 horas.

A meningite é causada por fungos, vírus e bactérias. A meningocóccica, mais comum das bacterianas pode ser letal. No Brasil, a taxa de mortalidade é de um a cada cinco infectados (20%) e, nos que sobrevivem, há alto índice de sequelas neurológicas permanentes, surdez e necrose das extremidades (mãos e pés).

A bactéria meningococo (Neisseriameningitidis) possui 5 tipos causadores da doença (tipo A,tipo B,tipo C, tipo W e tipo Y).

Em agosto de 2014 foi licenciada no Brasil a vacina anti-meningocóccica ACWY. Na ocasião do lançamento, realizamos a vacinação em larga escala em todo o Brasil.

Entretanto, o Meningococo do tipo B nunca teve vacina desenvolvida por ser muito diferente dos demais, necessitando uma nova tecnologia para estímulo da produção de anticorpos duradouros.

O esquema de vacina segue abaixo:

  • Crianças entre 0-6 meses de idade; realizar 3 doses com intervalo de 2 meses entre elas(2-4-6 meses de idade), e realizar uma dose de reforço entre 1-2 anos de idade (num total de 4 doses);
  • Crianças entre 6-12 meses de idade: realizar 2 doses com intervalo de 2 meses entre elas e realizar uma dose de reforço entre 1-2 anos de idade (num total de 3 doses).
  • Crianças entre 1 ano de idade e 11 anos; realizar 2 doses com intervalo de 2 meses entre elas. Neste caso, não é necessário realizar dose de reforço, pois o sistema imune mais maduro permite a manutenção dos anticorpos em níveis protetores, em princípio, para o resto da vida (até onde os estudos conseguem concluir atualmente);
  • Adolescentes entre 11 anos de idade até adultos de 55 anos; realizar 2 doses com intervalo de 1 mês entre elas. Da mesma forma, neste caso não é necessário realizar dose de reforço.

 

Dra. Danielle Negri é Pediatra/Neonatologista – Médica Supervisora UTI Neonatal Perinatal Barra
Consultório – (21) 2512-8409
dradani@daniellenegri.com.br – www.daniellenegri.com.br

Comentários no Facebook
1 Comentário
  1. Sarah Schroeder 30/06/2015 | 23:10

    No meu caso com um bebe de 3 meses e uma filhinha de 2 anos, eu e meu esposo serao entao 10 doses no total. Cada uma no valor de 600 reais em Uberaba-MG!!!! É mesmo um absurdo! Graças a Deus temos condiçoes, mas e quem não tem???

    Responder
Deixe um comentário