30.09.2016

11 acessórios importantes para passear no carrinho e bebê conforto

Bebês, Cuidados Diários

Fazer um passeio com os pequenos pode ser muito mais trabalhoso do que você imagina. Além do carrinho e do bebê conforto, existem vários acessórios super importantes.

No post de hoje listamos os 11 acessórios que consideramos mais úteis e que sempre aparecem em listas de enxoval.

Dica1: Se você for fazer o enxoval fora, aproveite para comprá-los, pois mesmo com o dólar alto costumam ser bem mais em conta.

Dica2: Compre com antecedência o carrinho e o bebê conforto, aprenda a abrir e fechar, veja como se instala no carro o bebê conforto ou a cadeirinha, teste o uso do cinto… Deixar tudo isso para ver depois é muito arriscado, nem sempre é fácil entender o mecanismo deles.

Veja a lista dos top 11 acessórios importantes para passear com o seu bebê:

carrinho-30011

  1. Espelho extra para conseguir ver o bebê no carro
  2. Almofada protetora de bebê conforto
  3. Capota protetora de sol e vento
  4. Capa para chuva
  5. Capa protetora de bebê conforto 
  6. Móbiles para carrinho e bebê conforto
  7. Telinha protetora de sol para o carro
  8. Gancho para pendurar bolsa no carrinho
  9. Base de bebê conforto para prender no carro
  10. Organizador de carrinho
  11. Sacola para guardar carrinho (para quem viaja muito é importante para preservar o carrinho quando despachar)

 

Alguém tem mais alguma sugestão de acessório importante para passear? Escreva nos comentários!

18.09.2016

A importância emocional do esporte para as crianças

Bebês, Cuidados Diários

As Olimpíadas nos trouxeram uma mensagem clara de que não há limites para o sonho esportivo. Torcemos juntos, gritamos e até choramos juntos com os atletas, mas acima de tudo, o espírito olímpico nos lembrou que o esporte não é só superar desafios, é uma excelente oportunidade para construir auto-estima e confiança.

A psicóloga Mônica Pessanha, parceira do blog, contou um pouco pra gente sobre essa importância emocional do esporte na vida das crianças. Confiram que interessante!

crianca_esporte_mascotes_rio_2016
O esporte é uma ótima atividade para as crianças por que oferece uma variedade de benefícios físicos e emocionais. A participação em esportes pode ajudar a construir a auto-estima e confiança, pode motivar as crianças a superar seus desafios e a se envolver socialmente com os outros. Mas não para por aí, praticar esportes ensina a criança a trabalhar com metas, melhorar a concentração e a memória. Além de ser um ótimo recurso para construir habilidades sociais.

Atividade física

A atividade física é o benefício mais óbvio na prática de esportes. Vale tirar as crianças da TV que por vezes dedicam-se mais à ela do que a outras coisas, como estudar e brincar. Praticar esporte proporciona uma oportunidade para manter o corpo saudável e a mente sã . A natação pode ser um bom exemplo de que os pequenos só tem a ganhar. Além de trabalhar a respiração, fortalece os músculos e a ajuda a criança a ter noção espacial. Não tem contra indicação e desde bebê já se pode praticar.

Alguns esportes desenvolvem ainda tomadas de decisão rápidas algo muito importante nas relações sociais e de trabalho. São eles o futebol, o basquete, o vôlei, a esgrima, o Ping- pong, entre outros.Qualquer atividade física ativa reflexos mais rápidos, aumenta o nível de concentração e deixa a memória mais apurada.

Habilidades sociais

A participação esportiva pode ajudar as crianças a desenvolverem habilidades sociais que irão beneficiá-las ao longo de suas vidas inteiras. Elas aprendem a interagir não só com outras crianças de sua idade, mas também com indivíduos mais velhos como seus treinadores e dirigentes esportivos. As crianças aprendem habilidades de liderança, de construção de equipe e de comunicação que irão ajudá-las na escola, em sua futura carreira e em relacionamentos pessoais. Se a criança for muito tímida ou não souber lidar com grupos, vale começar com atividades individuais e aí aos poucos para o esporte coletivo. Exemplo: natação, tênis, vôlei e futebol. Passando do individual, para dupla, depois grupo até chegar em esportes com vários participantes como o futebol.

Auto-estima

A participação em esportes pode ter um impacto positivo enorme em uma criança; principalmente na auto-estima e confiança, pois praticar esporte traz prazer. Além disso a auto-estima está relacionada ao fato de como a criança se vê nos olhos dos outros. À medida que ela vai superando desafios, os elogios e incentivos de treinadores e pais, tendem a construir a auto-confiança em si mesma.

Eles também aprendem a confiar em suas próprias habilidades e empenhar-se para superar os obstáculos. É preciso, no entanto, ter cuidado com as críticas, pois a criança é um ser em formação emocional e quase sempre tem dificuldade em aceitar críticas. Vale sempre o caminho do reforço positivo e, à medida que vão crescendo, a crítica construtiva será também uma parte importante da aprendizagem dos jovens atletas.

A participação dos pais ativamente na prática dos esportes dos filhos é fundamental para dar o suporte emocional sempre que necessário. Estar presente garante o abraço apertado no sucesso e o olhar acolhedor no fracasso.

Sucesso escolar

Não é nenhuma surpresa que as crianças que participam no atletismo obtém resultados excelente para na vida escolar. Elas podem ser aplicados os mesmos princípios de dedicação e trabalho duro aprender com a participação de esportes para seus estudos.

Os esportes estimulam a região córtex pre-frontal do cérebro, responsável pelo planejamento, organização, concentração e memória, além do controle inibitório das emoções. Assim quando se pratica esporte, a criança passa a ser mais cuidadosa com as questões escolares. Mas vale lembrar que se uma criança tem um problema de déficit cognitivo, a atividade física será apenas mais uma ferramenta no processo multidiciplinar que a criança deverá ter acesso para diminuir o impacto da sua dificuldade.

Saúde para a vida toda

Esportes e saúde andam de mãos não. Os benefícios são enormes não só durante a infância, mas na fase adulta também. As crianças que participam de esportes também podem ser mais conscientes das escolhas alimentares saudáveis e estão menos expostas a problemas de peso e estado de melancolias. Embora a participação esportiva seja um excelente caminho para promover a saúde e bem-estar, pais e treinadores devem incentivar uma vida saudável e ser modelos positivos também.

Vale deixar a criança escolher o esporte que queira participar, lembrando que não se deve super lotar a agenda da criança, porque a infância também é tempo de brincar e o brincar por si já desenvolve habilidades cognitivas, psicológicas e físicas.

Mônica Pessanha é psicoterapeuta de crianças e adolescentes, mãe da Mel, uma menina que adora desenhar, mantenedora das Brincadeiras Afetivas (Oficina terapêutica entre mães e filhos(as) – www.facebook.com/brincadeirasafetivas
Atende no Morumbi – SP – monicatpessanha@hotmail.com / (11)965126887 e (11)37215430 – Orientação e aconselhamento para pais por Skype.

28.07.2016

5 dicas de amamentação….para o pai!

Bebês, Cuidados Diários

Após o nascimento do bebê muitas horas do nosso dia (e das nossas noites!) são dedicadas para a amamentação. Essa é uma função importantíssima da mãe com o seu bebê e que de certa forma não dá para ser dividida com o pai. Mas será?

Nessa fase especial, e às vezes difícil, os maridos podem ajudar sim – e muito! Para isso eles precisam ser pacientes e entender também como funciona a amamentação. Afinal, até esse momento, provavelmente o seu marido só via o seu seio de uma outra maneira beeem diferente né… kkkk

Precisamos então apresentá-los a essa nova realidade, vamos ser justas mulheres! Muitas vezes somente nós lemos sobre o assunto, pesquisamos sobre amamentação e não envolvemos eles, não é verdade? Vejam essa listinha com 5 dicas que podem ser apresentadas para o seu marido ler antes do seu baby nascer. Ele é essencial pra que a sua amamentação seja bem sucedida!

Father and baby

1) Leia textos e busque informações sobre a Amamentação 

Aprenda sobre essa fase em sites, livros, textos e cursos. Entenda junto com a sua mulher o que é colostro, pega correta, mastite, absorventes para seio, pomada de lanolina e conchas de silicone, por exemplo. Tudo isso também é novidade pra ela, por isso é importante que você aprenda o que é para ajudá-la a resolver qualquer dificuldade.

2) Saiba onde estão os itens da amamentação

Esteja sempre preparado para ajudá-la nesse momento, sabendo onde estão guardados alguns utensílios importantes que ela pode precisar como uma almofada de amamentação, uma bomba para tirar leite, os paninhos para arrotar, a pomada…

3) Carinho e Massagem 

Quem não gosta de um carinho, né? Muitas vezes é difícil arrumar uma posição e a amamentação vai ser dolorida para a sua mulher. Uma massagem nos pés ou nas costas ajuda a relaxar e isso certamente vai ajudar muito nesse processo.

4) Ofereça água

Amamentar dá muita sede e beber água é de extrema importância. Lembre-se sempre de oferecer e levar uma água para hidratá-la.

5) Pergunte o que ela precisa

Essa é um dica simples, mas muitas vezes esquecida. Pode ser que ela queira apenas que reduza a luz, que pegue algum item, que leve o celular pra ela ou ligue a TV. Para quem tem outros filhos, uma grande ajuda dos pais nessas horas é entreter o primeiro filho para que a mãe consiga ficar tranquila e concentrada na amamentação.

Enfim, o principal é oferecer amor, carinho e apoio sempre! ;-)

Page 5 of 2334567