07.01.2017

Bebês aprendem melhor quando mães se comunicam com voz de criança

Bebês, Cuidados Diários, Educação dos Pequenos, Mamães & Papais

Mother with baby

Você acha engraçado quando uma mãe fala com um bebê usando voz de criança? kkkk Pois saiba que um estudo da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, descobriu que bebês aprendem melhor quando suas ondas cerebrais estão em sincronia com as dos pais. E ainda: quando a comunicação é feita por uma conversa com voz calma de criança ou por músicas infantis.

Interessante, né?

Os cientistas fizeram um escaneamento dos cérebros dos bebês e identificaram que, para um recém-nascido, o mundo é como diversas ondas de imagens e sons, uma sobrecarga de informações.

As primeiras descobertas mostram que as crianças não aprendem tão bem quando suas ondas cerebrais e as da mãe estão fora de sintonia. Mas, quando ambos estão plenamente sincronizados, a assimilação de informação ocorre de maneira muito eficiente.

“Pode soar estranho para nós, mas os bebês realmente amam ouvir o ‘motherese’ (linguagem de mãe, em uma tradução livre), até mais do que o estilo adulto normal de falar. Prende a atenção deles melhor e também soa mais claro. Então já sabemos que, quanto mais o bebê ouvir ‘motherese’, melhor será o desenvolvimento de sua linguagem”, explicou a pesquisadora Victoria Leong, que está liderando a pesquisa.

A pesquisa, porém, é focada apenas na interação entre mães e filhos por enquanto.

“O cérebro do bebê está programado para responder ao ‘motherese’ e é por isso que essa é uma forma muito efetiva de ensiná-los sobre coisas novas”, diz.

A pesquisa também descobriu que os bebês respondem melhor a interações quando elas são acompanhadas de um contato visual, no olhar, mais prolongado.

Mães que cantavam músicas infantis olhando diretamente nos olhos de seus bebês conseguiam a atenção deles de maneira significativamente melhor do que outras que desviavam um pouco o olhar, ainda que ocasionalmente.

 

Fonte: bbc.com

28.11.2016

A Hora do Banho: Jogos e Atividades com os bebês

Bebês, Cuidados Diários

A hora do banho é um momento super importante para estreitar o vínculo com os recém-nascidos, bebês e crianças: a água quentinha, a sensação de relaxamento, os carinhos, a troca de olhares. Para muitos bebês ainda funciona bem para acalmar e seguir para a rotina do soninho.

Bebês e crianças aprendem muito através de atividades sensoriais, e as brincadeiras no banho podem ser educativas. Deixar essa função para o parceiro que não ficou o dia todo com bebê também pode ser legal, pois é um momento de vínculo intenso. No post “ A Hora do Banho” a Fê conta sobre a experiência dela.

banho_mae_bebe

Vejam dicas de acordo com cada fase do bebê/criança.

Recém-nascidos

A experiência do banho já traz muitos estímulos, não sendo necessário adicionar novos.

O legal nesta fase é focar na troca de olhares, uma massagem relaxante e muito carinho…

Conforme o bebê for crescendo vale colocar uma música, introduzir um brinquedo (uma esponja costuma funcionar nessa fase), e se divertir com as risadas gostosas que ele irá soltar! :)

A partir dos 6 meses

Quando os bebês estão sentando o banho passa a ser mais divertido, os brinquedos entram totalmente em cena, a bagunça com as mãozinhas e os splashs. Isso ajuda a ter maior entendimento das reações de suas ações.

Brinquedos que boiam fazem bastante sucesso (patos de borracha, barquinhos, pranchinhas de surf), assim como potinhos – para eles encherem e derrubarem água – e livros apropriados para banhos.

Por volta dos 2 anos

Agora o banho pode ser também uma grande bagunça, e um momento de muito aprendizado também. Brinquedos de banho que estimulem o entendimento das cores, números, formatos, vão trabalhar o pensamento, criatividade e coordenação.

E lembrar de nunca (nunca mesmo) deixar seu filho sozinho no banho, nem por um rápido momento.

Mais alguma dica? Como vocês estimulam os pequenos no banho?

04.11.2016

6 dicas para os primeiros dias com bebê em casa

Bebês, Cuidados Diários

Chegou o momento de sair da maternidade e voltar pra casa após o parto. Você pensa que está tudo esquematizado, o quartinho está pronto, as roupinhas arrumadas, tudo preparado…

Mas ai você chega em casa com seu pacotinho, e agora??? É normal sentir que mesmo com toda felicidade e tudo organizado, o medo e a insegurança podem tomar conta nesse momento.

Nos primeiros dias nos deparamos com uma rotina intensa e situações completamente novas, e ainda estamos cansadas após o parto e as noites mal dormidas. É difícil ter ideia de como tudo vai mudar antes de viver isso de fato.

Listamos algumas dicas que podem ajudá-las a lidar melhor com esse turbilhão de emoções dos primeiros dias:

Newborn baby peacefully sleeping

1- Aceite ajuda: sua melhor amiga se ofereceu para lavar a louça e cozinhar? Ótimo! Sua mãe/sogra/tia querem ajudá-la com o bebê para você tomar um banho e tirar uma soneca? Maravilhoso! Temos a tendência a acreditar que somos super mulheres e daremos conta de tudo, mas é bem difícil e toda ajuda nessas horas pode fazer uma grande diferença.

2 – Durma quando o bebê dormir: esqueça todo o resto (deixe com o pessoal da ajuda) e aproveite o tempinho que o bebê está descansando para você descansar também. Nesses primeiros dias a adaptação de dia e noite nem sempre é simples e estar o mais descansada possível vai ajudar muito no processo.

3 –  É normal oscilar entre a alegria e momentos de choro: conte com quem estiver ao seu redor para dividir esse momento. E se sentir que a angústia está indo longe demais, procure ajuda médica. A depressão pós parto é muito mais comum do que imaginamos.

4 – Está tudo certo dizer não às visitas no primeiros dias: você e seu bebê precisam literalmente se conhecer, enfrentar os desafios da amamentação, do sono, etc.  Não fique sem graça de falar para as visitas esperarem mais um pouco.

5- Deixe suas expectativas para trás: cada bebê é único, assim como cada mãe. Procure comparar o mínimo possível. Muitas vezes não terá livro ou dica para ajudá-la porque a situação será única, de vocês.

6-  Vai ficar cada vez melhor: os primeiros dias são difíceis, mas vai ficando melhor a cada desafio vencido. Em pouco tempo você conhecerá seu bebê como ninguém e poderá realmente curtir mais os momentos juntos.

Page 5 of 2434567