03.10.2015

Qual foi o seu livro preferido na infância?

Diversão, Livros e Músicas

Hoje tem um post especial da série: momento nostalgia! ;-) Se você tem mais de 25 anos, com certeza vai gostar de relembrar desses livrinhos que foram sensação!

Quem ai lembra e tá com saudades? Para quem quiser mostrar e ler para os filhos, descobrimos que a maioria deles ainda está à venda! Confiram a seleção de livros que marcaram a nossa infância!

livro infantil menino maluquinho

livro infantil a casa sonolenta

livro infantil de onde viemos

livro infantil joao bobo

livro infantil bruxa onilda

livro infantil meu pe de laranja lima

livro_droga-da-obediencia

bisa-bia-bisa-bel

livro infantil marcelo martelo

a-bolsa-amarela-de-lygia-bojunga

livro infantil joelho juvenal

o-pequeno-principe

20.02.2015

Livro Little Humans of New York

Bebês, Bebês com Estilo, Diversão, Livros e Músicas

Olha que legal esse livro que conhecemos outro dia de um fotógrafo que clicou crianças super estilosas em Nova York para o site Humans of New York!! Dá para passar horas olhando as fotos no site dele, uma mais fofa que a outra. E a vontade de esmagar?!!! kkk

O projeto do site Humans of New York começou em 2010 com uma ideia despretensiosa do fotógrafo Brandon Staton de catalogar moradores comuns de NY. Aos poucos, o projeto foi ganhando forma e, com o tempo, o fotágrafo começou a coletar pequenas histórias sobre a vida dessas pessoas que passavam pelo seu caminho.

Depois do primeiro livro que foi best-seller nos EUA, o Humans of New York, foi lançada a coleção de fotos de crianças fotografadas por Staton nos últimos 4 anos no livro Little Humans of New York.

LITTLE HUMANS OF NEW YORK

O livro é uma seleção de 37 fotos, cada uma mais fofa e criativa que a outra. Podemos ver através do olhar e do estilo desses pequenos um pouco sobre a cidade mais globalizada do planeta.

É bem legal e interessante o trabalho dele, vale a pena como entretenimento e inspiração! Confiram algumas fotos:

 

kids ny1

kids ny2

kids ny3

kids ny4

kids 6

09.02.2015

Nunca é cedo demais para ler para o seu bebê

Bebês, Diversão, Livros e Músicas

Joyful Mother Showing Images In A Book To Her Cute Little Son

Nunca é cedo demais para você começar a ler para o seu bebê. Por mais que possa parecer que no primeiro mês de vida um bebê não tem noção do que ocorre ao seu redor,  de acordo com uma pesquisa feita pela Associação Americana de Pediatria, quando os pais leem, conversam ou cantam para seus bebês são formadas conexões importante nos seus cérebros.

Essas conexões são responsáveis pela construção da linguagem e capacidades comunicativas, além de servirem de base para alfabetização. Através dessas interações os laços entre pais e filhos são fortalecidos e esse estreitamento estimula habilidades socio-emocionais como autocontrole e sociabilidade. Por isso, a leitura é indicada desde sempre!!!

Algumas dicas de leitura para bebês:

1. Leia com emoção! Bebês com alguns dias já são capazes de reconhecer as vozes dos pais. Eles têm preferência por elas e, por isso, amam ouvi-las. Por mais que não entendam o significado das palavras ou histórias, eles vão capturar a emoção da voz e expressão do rosto.

2. Escolha livros coloridos e resistentes. As cores irão chamar a atenção deles, por isso ao alcança-los a primeira coisa que fazem é colocar na boca.

3. Planeje um tempo especial para a leitura. Crianças ativas podem perder o interesse na leitura em 1 a 2 minutos. Então, segundo o estudo, é importante dar exemplo e estimular a concentração fazendo disso um exercício recorrente. A sua atenção também precisa ser exclusiva dele nesse momento, para isso desligue a TV, computadores e celulares.

4. Fale sobre os sentimentos. Quando os bebês estão falando melhor, eles começam a identificar personagens e até completar frases de livros. Falar sobre as emoções dos personagens pode abrir um espaço para eles expressarem emoções próprias, se estão felizes ou tristes por exemplo.

5. Faça perguntas sobre a história. Isso será importante para desenvolver capacidade de interpretação, desenvolver linguagem e interesse pela leitura.

6. Continue lendo mesmo quando eles aprendem a ler. Assim como nunca é cedo demais, nunca é tarde demais. Leia livros de um nível superior aos que seu filho é capaz de ler sozinho.

Boa leitura e divirtam-se!

Fonte: Associação Americana de Pediatria

Page 3 of 512345