26.09.2017

Você sabe o que é a doença Mão-pé-boca?

Bebês, Saúde

Muito comum em bebês e crianças pequenas, a doença chamada de Mão-pé-boca é causada por um vírus que costuma afetar principalmente a garganta.

Logo no início, a doença é parecida com uma virose comum, mas após 2 dias aproximadamente começam a surgir pontos avermelhados e lesões característicos da doença.

Confiram todas as informações da Dra. Danielle Negri, pediatra e parceira do blog, e saiba como proteger e tratar o seu filho.

A doença conhecida como mão-pé-boca ou síndrome mão-pé-boca é uma doença contagiosa causada por vírus, sendo os mais comuns o Coxsackie vírus A16 e o Enterovírus 71.

É uma virose benigna, que dura cerca de uma semana e desparece sem deixar sequelas. Aparece com mais frequência nos meses de outono e inverno em crianças menores de 5 anos.

A transmissão se dá através de gotículas de salivas contaminadas, contato com as secreções das feridas e também contato com as fezes de pacientes infectados. Portanto, deve-se evitar o contato com tosse, espirros e beijos de pessoas contaminadas, beber água no mesmo copo, apertar as mãos de pessoas infectadas, contatos com roupas, objetos e brinquedos também contaminados.

A infecção causa, classicamente, pequenas feridas na cavidade oral e erupções nas palmas das mãos e nas plantas dos pés. Os sintomas começam com dor de garganta, febre de 38o C , mal estar e falta de apetite. Dois dias depois, aparecem pontos avermelhados na boca que se transformam em bolhas e úlceras dolorosas tipo aftas. Um a dois dias depois, aparecem lesões bolhosas nas palmas das mãos e plantas dos pés, mas que também podem acometer tronco, braços, face e nádegas.

Mesmo após a cura da doença, o paciente pode continuar eliminando o vírus nas fezes por dias a semanas. Desta forma, o cuidado na troca de fraldas deve permanecer lavando-se bem as mãos após a troca.

A complicação mais comum da doença é a desidratação, uma vez que a criança deixa de ingerir líquidos e alimentos.

O diagnóstico é iminentemente clínico, porém, nos casos mais complicados pode-se fazer o exame das fezes para isolamento do vírus, assim como o exame das secreções das feridas e saliva.

A doença é auto-limitada. Desta forma, o tratamento destina-se ao alívio dos sintomas através do aumento da ingestão de líquidos, analgésicos para dor e anti-inflamatórios.

 

Dra. Danielle Negri é Pediatra/Neonatologista  – Médica UTI Neonatal Perinatal Barra
Consultório – (21) 2512-8409 / 2430-7109
dradani@daniellenegri.com.br – www.daniellenegri.com.br

14.09.2017

Ideias de decorações lindas para quartos de irmãos

Decoração, Quartos

É sempre um desafio fazer uma decoração única que agrade dois filhos. E quando são de sexos diferentes, então? A missão fica ainda mais difícil né…

No post selecionamos várias fotos para quem busca inspirações para decorar um quartinho de irmãos. Ideias criativas e lindas de quartos que são um charme e que, com certeza, as crianças vão amar! Confiram!

quarto irmaos15 quarto irmaos quarto irmaos3 quarto irmaos16 quarto irmaos4 quarto irmaos5 quarto irmaos2 quarto irmaos6 quarto irmaos7 quarto irmaos8 quarto irmaos9 quarto irmaos10 quarto irmaos11 quarto irmaos12 quarto irmaos13 quarto irmaos14

(Fonte: Pinterest, Petit Vintage Interiors e Mandymk79)

05.09.2017

A importância das sonecas para as crianças

Bebês, Cuidados Diários

Você já parou para pensar o quão importante é o soninho do dia para o seu bebê?

Leiam esse texto super esclarecedor sobre a quantidade média de sono diária que um bebê precisa. Mas lembrem-se que cada bebê é diferente, então os números podem variar.

Bebe Sono

Logo que nascem, os bebês costumam passar a maior parte do tempo dormindo, despertando apenas para mamar, trocar fraldas e tomar banho, isso ocorre porque seu sistema biológico está se desenvolvendo a todo vapor e o sono é essencial para que isso aconteça.

Aos 3 meses os bebês já conseguem ficar até 90 minutos acordados, permitindo que os horários das mamadas e das sonecas comecem a se estabelecer e na medida em que os meses vão passando, eles vão ficando cada vez mais tempo acordados.

As sonecas feitas durante o dia são essenciais para um desenvolvimento saudável, elas têm funções muito importantes, pois servem para descansar o corpo e o cérebro do bebê. Vários estudos comprovam que a ausência de sonecas podem provocar alguns distúrbios comportamentais e emocionais nas crianças, sem contar que o aprendizado fica em risco.

Além disso, um bebê que não dorme bem durante o dia, tende a ficar super estimulado e muito irritado no final da tarde e ainda pode atrapalhar o soninho da noite.

É muito importante que você estimule seu filho a tirar boas sonecas pelo menos até os 3 anos de idade, por isso se for colocar seu filho na escolinha antes de completar essa idade, verifique se a escola tem a soneca em seu programa diário. Algumas crianças nessa fase deixam de fazer essa soneca naturalmente.

A tabela abaixo mostra a quantidade média de sono diária que um bebê precisa, de acordo com pesquisas, mas lembrem-se que cada bebê é diferente, então os números podem variar para mais ou para menos, ok?

sono bebê_chegueiaomundo

(Fonte: www.horadosono.com)

Fique atenta a quantidade de horas de soneca que seu bebê está fazendo e incentive boas sonecas! ;-)

 

Anelisa Almeida é Psicóloga, pós graduada em cuidados da família e especialista em sono materno e infantil pelo International Maternity Institute e atua como consultora do sono através do site www.horadosono.com / Contatos: contato@horadosono.com Whatsapp (44) 9954-4951 e FB “Hora do Sono”.

Page 2 of 21712345