06.04.2017

Mães e os julgamentos diários

To Grávida

maternidade julgamento

Quem nunca se sentiu pressionada com tantas cobranças, palpites e julgamentos que acompanham a maternidade? Já falamos aqui no blog sobre a exigência da perfeição neste texto muito interessante sobre “Mães suficientemente boas“. Vocês leram?

Mas o que temos notado, e foi provado no estudo Families, Relationships and Societies é que estamos sofrendo ainda mais pressão do que as gerações anteriores. Amamentar, trabalhar em casa ou fora, educar os filhos… tudo é motivo para comparações e julgamentos. De todos os lados.

O estudo confirma que sim, estamos sendo mais cobradas do que outras gerações, e isso acontece porque a gravidez e a maternidade se tornaram algo muito mais público. Se nas gerações anteriores as pessoas eram mais reservadas desde a gravidez, quando nem fotografias eram tiradas, hoje é algo amplamente compartilhado nas páginas da internet.

E como nós, mães, devemos nos comportar com tanta pressão? Com certeza não há fórmula mágica e nem mães perfeitas. Temos que ter em mente que cada criança é única, e que cada mãe tem seu jeito. Não existe um modelo específico de criação que deve ser seguido por todas as famílias. Um não é melhor do que o outro. Todas as mães no fundo estão em busca do melhor para o seu filho!