20.06.2016

Top 5 livros para ler durante a gravidez + 2 dicas extras

Diversão, Educação dos Pequenos, Livros e Músicas, Mamães & Papais

Hoje têm dicas de livros sobre a maternidade para mães e pais que gostam de ler e se informar mais sobre o assunto.

Outro dia no #PapoDeMãeCM que postamos no nosso Intagram @chegueiaomundo levantamos esse tema e recebemos várias indicações de livros interessantes. Alguns já conhecíamos e outros não. Por isso, selecionamos os 5 livros mais votados pelas leitoras para compartilhar aqui também!

Adoramos a troca que temos com vocês nessa coluna, aprendemos muito e recebemos dicas importantes que usamos em nosso dia a dia e nos inspiram para novos conteúdos do blog! ;-) Confiram a listinha e boa leitura!

1) A maternidade e o encontro com a própria sombra – Laura Gutman

A psicoterapeuta, especializada no tratamento de casais e crianças pequenas, convida as mães a um momento de reflexão sobre a responsabilidade de criar um bebê. Ao contrário da maioria dos livros voltados a pais de recém-nascidos, este não é um manual prático; pelo contrário, busca realizar uma análise profunda da psique feminina e dos impactos que os filhos têm sobre ela, além de reformular muitos dos preconceitos sociais sobre maternidade, educação e comunicação entre adultos e crianças.

a_maternidade_e_o_encontro_com_a_propria_sombra

 

2) O Que Esperar Quando Você Está Esperando – Heidi Murkoff,Arlene Eisenberg e Sandee Hathaway

Um dos livros sobre gravidez mais vendido nos EUA, é uma espécie de guia para futuras mamães, com informações desde a fase do planejamento até o pós-parto, com temas como a escolha do médico, os planos de pré-concepção, o parto e os direitos das gestantes, entre outros. O livro também acompanha mês a mês todas as fases da gestação.

o_que_esperar_quando_se_esta_esperando

3) A encantadora de bebês – Tracy Hogg e Melinda Blau

Apontado como um bom livro de consulta após o nascimento, ele tem informações da rotina nos primeiros dias/meses do bebê. O livro traz informações para administrar crises de cólicas, saber se a criança comeu o suficiente, entender por que o bebê não dorme direito, entre outras questões que afligem os pais. Além disso, ajuda a elaborar métodos para fazer com que os pequenos adquiram padrões regulares de sono, comecem a treinar o uso do vaso sanitário e evitem más-criações.

encantadora_de_bebes

 

4) Parto Ativo – Janet Baslaskas

O foco deste livro é com o parto normal e suas variações comuns, uma espécie de guia sobre o assunto.

parto_ativo

 

5) Crianças Francesas não fazem manha – Pamela Druckerman

Pamela é americana e escreve sobre as diferenças culturais de criação do filho na França, desde a gravidez até a educação dos pequenos. Sabendo filtrar o que é aplicável para realidade de cada um, o livro traz dicas e alguns “segredos” dos franceses para criação dos filhos. Capa_Criancas_francesas

 

E além desses, gostaríamos de compartilhar também 2 livros que recebemos recentemente e adoramos:

Deu Positivo! – Juliana Rosenthal

O livro tem de tudo, desde a notícia da gravidez até a chegada do bebê: os exames indispensáveis, as mudanças físicas e de humor, o relacionamento, os preparativos para o parto. Escrito de maneira leve e direta, conta com texto e ilustrações bem-humorados e esclarece as principais dúvidas com dicas importantes para os marinheiros de primeira viagem.

livro_deu_positivo

A vida com crianças – Lulli Milman e Julia Milman

Especializadas em crianças, as psicólogas Lulli Milman e Julia Milman, – mãe e filha, –tomam como base todos os aspectos que norteiam as relações familiares atuais para refletir, levantar questões e, sobretudo, orientar em assuntos que acompanham os pais nesse grande desafio que é criar filhos.
Para ler nos momentos de sossego e consultar na hora do aperto. Alguns temas abordados: Os diferentes tipos de família: as famílias monoparentais, as homoafetivas, as de pai e mãe separados, a família estendida – A guarda compartilhada – Creche, avós ou babá – as vantagens e desvantagens – Chupeta, mamadeira, paninho e o dedo: quando usar e até quando – O pai e a amamentação – O desmame, seja da mamadeira, seja do peito – Dormir: como, quando, onde e com quem – A hora de comer sozinho e os bons modos à mesa – O que considerar quando o assunto é castigo – Déficit de atenção e hiperatividade – A sexualidade infantil – Bullying: como identificar e de que forma agir.

livro_a_vida_com_criancas

06.06.2016

5 coisas não tão agradáveis e inevitáveis da maternidade

Bebês, Cuidados Diários

A maternidade é uma ótima fase para nos ajudar a lidar com coisas não tão agradáveis assim e que passam a fazer parte do nosso dia a dia. Pra quem tem muitos “nojinhos” e frescuras virar mãe é um prato cheio para rever nossos conceitos, né?! rsrs

Por isso,  mães de primeira viagem, prestem muita atenção nesses cinco pontos sobre coisas meio desagradáveis que envolvem a maternidade. Eles são praticamente inevitáveis na nossa rotina materna! Claro que não queremos apavorar as futuras mães não, apenas rirmos juntas, pois são situações tragicômicas que provavelmente nunca pensamos antes. Quem aqui tem histórias assim desse lado B da maternidade?

Diaper changing - hygiene concept. Young mother solving an smell

1) Colocar a mão no lixo e na privada com determinada frequência

Para pegar meias, brinquedos, bolas, canetas, carrinhos, bonecas, sapatinhos e todas as demais variações possíveis de qualquer coisa que seu filho viu pela frente e correu para se certificar que estariam bem guardadas no lixo ou na privada!!

2) Ter companhia no banheiro

Que delícia contar com alguém sempre ao seu lado até quando você vai ao banheiro… #sozinhanuncamais

3) Ter uma nova especialidade: cocôs 

Saber analisar profundamente todos os tipos e variações, isso sem contar nas situações mais malucas envolvendo-os. 

4) Se acostumar com vômito e golfadas

Lembra aquela ânsia horrível toda vez que sentia cheiro de vômito? Com seu filho você será obrigada a ignorar a ânsia e aguentar firme e forte quando ele vomitar ou golfar até no seu cabelo! E você ainda achará isso o de menos, pois sua preocupação maior será com ele. 

5) Limpar o nariz do bebê com a própria mão (ou até boca)

Pra você que sempre achou nojento ver outra pessoa limpando o salão em ambiente público, se prepare! Olhamos no detalhe dentro do nariz dos pequenos e limpamos a todo momento qualquer sinal de melequinha por lá com a própria mão. E como lembrado por nossas leitoras, ainda têm aquelas situações onde na falta do sugador, e com bebê muito encatarrado, sugar pela boca passa a ser a alternativa…

04.03.2016

Sobre morder a língua depois da chegada do bebê

Educação dos Pequenos, Mamães & Papais

Portrait of scared baby against crazy mother with pan on head

Sabe aquela história de que antes de ser mãe somos as melhores mães do mundo? Pois é, se você está grávida, tentando engravidar ou talvez nem tenha esse plano por agora, todo cuidado é pouco na hora de afirmar alguns coisas sobre a maternidade.

A verdade é que nem sempre a realidade bate com a expectativa na maternidade. Afinal cada criança é única e algumas situações só sendo mãe, na prática mesmo, que dá para saber como você vai lidar, concordam? ;-) E se for diferente do que pensou também, nada de culpas!

Mas alguém aqui mordeu muito a língua depois que virou mãe? kkk Vejam a seleção que fizemos das 8 coisas mais comuns que a realidade nem sempre bate com a expectativa! Obs.: Essa listinha foi montada com as principais respostas que recebemos das nossas leitoras num post do Instagram @chegueiaomundo sobre esse assunto! Confiram!

1) “Meu filho não vai mamar na mamadeira, será só peito”

2) “Meu filho não vai ver televisão até 2 anos”

3) “Meu filho só vai comer coisas saudáveis”

4) “Meu filho nunca vai dar chilique em público”

5) “Meu filho vai pra todos os lugares comigo e logo se acostumará ao meu ritmo”

6) “Meu filho só vai dormir no berço, nada de cama compartilhada!”

7) “Meu filho não vai usar chupeta”

8) “Meu filho vai dormir a noite toda depois de 1 ano”

Concordam com a listinha? Mais algum item para incluir? ;-)

Page 2 of 41234