22.08.2016

Gravidez: Saiba quais são os nutrientes mais importantes para a sua alimentação

Saúde, To Grávida

Na gravidez muitas mulheres ficam preocupadas apenas com a questão do ganho de peso gestacional. Mas você sabia que a qualidade dos nutrientes consumidos nas refeições também é muito importante?

Segundo a nossa parceira nutricionista materno-infantil Dra. Bruna Albuquerque, não adianta a mulher ter um ganho de peso legal se a oferta de nutrientes for pobre. Afinal, o que realmente importa é a qualidade da alimentação, né?

Conversamos com a Bruna sobre a importância do ganho de peso com saúde e ela listou no post de hoje vários nutrientes fundamentais para o desenvolvimento do bebê. Confiram!

peso_gravida_oquecomeralimentos_nutrientes

Vamos pensar nesse momento como o tempo da programação metabólica de um novo ser, ou seja, durante esses 9 meses o bebê está em constante fase de “construção”, por isso nada mais justo do que fornecer as melhores matérias-primas para gerar uma vida saudável.

Veja abaixo alguns nutrientes que são fundamentais para a saúde das mamães e seus bebês:

Ácido Fólico

O ácido fólico é uma vitamina muito importante na gestação, sua necessidade está aumentada em função da rápida divisão celular, fechamento do tubo neural e desenvolvimento fetal. Suas principais fontes são as carnes, verduras, folhas verde-escuras (espinafre, brócolis, couve), leguminosas (ervilhas, feijão e lentilha), laranja e gema de ovo.

Vitamina D

A vitamina D é uma ótima aliada para aumentar a imunidade materna, atua na formação óssea do bebê e ajuda a prevenir a pré-eclampsia, resistência à insulina e diabetes gestacional, parto prematuro e raquitismo. Por isso é tão importante manter os níveis adequados ao longo de todo o período através de alimentação adequada, suplementação e exposição ao sol.

Iodo

O iodo também tem papel importante na maturação do sistema nervoso central durante o período gestacional, assim como na lactação. Ele é importante para o crescimento e desenvolvimento dos órgãos da criança. Alimentos como frutos do mar, algas, vagem e agrião são fontes bem ricas.

Ômega 3

O ômega 3, ácido graxo essencial não produzido pelo nosso organismo, também é de extrema importância na formação cerebral, tem papel importante no aprendizado, memória e elevação de QI. Auxilia ainda na prevenção de depressão após o parto. Fontes de gorduras boas como: chia, linhaça, nozes, atum, sardinha, salmão, aranque são interessantes para a alimentação materna.

Ferro

O mineral ferro é um ótimo aliado na prevenção da anemia, que costuma ser frequente na gestação. Os vegetais verdes escuros são boas fontes, sendo a couve o vegetal que mais contém esse micronutriente.

Frutas Cítricas

As frutas cítricas possuem altas concentrações de acido cítrico, vitamina C e flavonóides. São importantes fontes de antioxidantes e ajudam a fortalecer o sistema imunológico contra infecções, gripes e resfriados, além de aumentar a absorção do ferro presente nos vegetais verdes escuros, feijões e carnes.

Cálcio

O cálcio é um mineral importante para formação óssea. E você sabia que ele não está presente apenas no leite? Há alimentos com altos teores de cálcio, que podem ser incluídos no cardápio: verduras verde-escuras, gergelim, algas, amêndoas, feijão, leguminosas, marisco, tofu (queijo de soja), ovos e nozes.

Magnésio

O magnésio, presente no abacate, espinafre, grão de bico, couve, nozes, semente de girassol, ajuda a prevenir a pré-eclampsia e hipertensão gestacional e reduz o aparecimento de câimbras, já que ajuda no relaxamento muscular.

Colina

A colina, presente no ovo, ajuda no desenvolvimento cerebral fetal e é reguladora da memória e atenção do bebê.

 

Dra. Bruna Albuquerque é nutricionista materno-infantil da Clínica Patricia Davidson Haiat.
Consultório – (21) 2239.7200 / Rua Visconde de Pirajá, 572, 6° andar, Ipanema | Av. das Américas, 3.500, Toronto 2.000, Loja C, Barra da Tijuca / atendimento@patriciadavidson.com.br