16.12.2015

Como evitar a diástase na gravidez?

Saúde, To Grávida

A diástase do músculo da barriga é um problema muito comum após a gravidez.  Ela acontece quando há uma distensão dos músculos do abdômen e a mulher fica com um pequeno espaço separando os dois lados da musculatura. O problema ficou ainda mais conhecido depois que a Sandy contou em entrevista que após a gravidez do Theo descobriu a diástase.

Para quem está com diástase, é importante procurar o quanto antes um médico, pois há tratamento. E para as gravidinhas, algumas dicas podem ajudar a prevenir! Confiram quatro dicas que a nossa parceira ginecologista e obstetra, Dra. Viviane Monteiro, deu para uma matéria do jornal “O Globo” e achamos importante compartilhar aqui com vocês!

Pregnant Woman Belly. Pregnancy Concept. Isolated on Black Backg

  1. Andar e sentar de forma ereta. A dica é ainda mais importante para gravidas com mais de 35 anos ou que esperam gêmeos.
  2. Exercícios de baixo impacto ajudam a evitar como natação, pilates e caminhada (não usar esteira para não ter risco de queda). Exercícios que fortalecem o períneo também são recomendados. Não faça exercícios que exijam curvatura do tronco para trás ou que estiquem muito o abdômen.
  3. Faixas e cintas próprias para grávidas ajudam a firmar o abdômen e evitar a distensão do músculo.
  4. Tenha uma alimentação balanceada com o equilíbrio de proteínas para manter a qualidade da fibra muscular. Dietas com baixa ingestão de carnes podem aumentar as chances de diástase.  Consulte um nutricionista.

diastasis_recti_illustration3 (1)

(Imagem: “Fit to Be Us”)

Dra. Viviane Monteiro é ginecologista e obstetra – Especialista em Medicina Fetal, ultrassonografia em ginecologia e obstetrícia pela CBR e mestre em Ciências Médicas UFF.
Consultório em Ipanema: (21) 2511-4478/ (21) 2259-6652

Comentários no Facebook
1 Comentário
  1. Renata 16/12/2015 | 16:23

    OI Fer,
    Tive meu segundo filho aos 37, após 14 anos do primeiro. Na primeira gravidez não mudou em nada meu corpo e apesar de ter engordado quase 20kg voltei rapidinho sem danos ao abdome. Na segunda, mais velha 14 anos, fiz tudo muito mais certo e me cuidei muito. Engordei quase 14 e com 10 dias já havia perdido 13 kg… Impressionante, né? Só que eu me via completamente deformada. minha barriga ficou estranhíssima e descobri que tinha tido diástase. Fiz uma terapia Técnica Tuppler e consegui reduzir essa abertura em 80%. Muito válido essas dicas que Dra. Viviane deu. Não tive nenhuma orientação sobre isso em nenhuma das gestações.
    Hoje, pratico musculação e sou proibida de fazer abdominal comum. O mais indicado para quem sofreu diástase é qualquer variação de prancha. Os comuns, ao longo do tempo, fazem abrir novamente.

    Responder
Deixe um comentário