06.11.2014

Ligeiramente Grávida – Raquel

Ligeiramente Grávida, To Grávida

A história de hoje do “Ligeiramente Grávida” é da jornalista Raquel Carneiro. A Raquel descobriu que tinha endometriose meses antes de se casar e teve muita dificuldade para engravidar.

Histórias como a da Raquel são mais comuns do que imaginamos….engravidar nem sempre é fácil para muitas mulheres, né?! Somente depois de fazer algumas tentativas por fertilização in vitro que veio, enfim, o tão esperado positivo!! E de gêmeos! Emoção em dobro para ela e o marido, que sonharam tanto com essa gravidez e agora têm os pequenos Lucas e Luiza, de 4 anos, para alegrar a vida!

Confiram esse relato lindo da Raquel, que ainda é recém blogueira do “As Meninas da Echarpe Verde”.

gravida gemeos

Eu tinha 32 anos quando decidi engravidar. Estava casada com o Roberto há cinco e sabia que não tinha muito tempo a perder… mas ao contrário de muitas mulheres não consegui realizar o meu objetivo assim tão fácil.

Vou começar a história pelo começo. Dois meses antes de me casar, descobri que tinha endometriose, uma doença que acomete 6 milhões de mulheres em idade reprodutiva no Brasil. Naquela época pouco se falava sobre a doença e até hoje não se sabe por que ela acontece. Durante o período menstrual, células do endométrio, por alguma razão, vão pra fora do útero. E a consequencia é uma dor INSUPORTÁVEL!!! Não tenho como descrever o que eu sentia. Precisava ser internada… Daí operei. Os focos da doença foram retirados e achei que estava curada.

Cinco anos depois, quando eu e meu marido resolvemos ter filhos, parei de tomar pílula e… nada. As dores voltaram, eu não ficava grávida, fazia exames frequentes, visitava vários médicos, rezava, prometia, mas nada acontecia.

Depois de um ano de tentativas, decidimos procurar uma clínica de fertilidade. Gastamos todas as economias para fazer uma Fertilização in Vitro. Três embriões foram implantados no meu útero. Eu jurava que ia ter trigêmeos!! Mas quando o resultado chegou… foi aquela decepção: NEGATIVO.

No mês seguinte, implantei mais dois embriões congelados e também não foi daquela vez…

Os exames mostraram que a doença tinha voltado com força total. Passei por uma nova cirurgia. E no mês seguinte fiz outra fertilização.

Eis que veio o resultado: POSITIVO!!! Mas era tanto medo de perder que a gente não comemorava nem contava pra ninguém. Quando descobrimos que teríamos gêmeos – uma menina e um menino – foi aquela festa.

Confesso que parei de fazer tudo na época. Nem dirigir eu dirigia pra não correr risco. E todo o meu esforço foi recompensado. Um dia depois de eu completar 35 anos, Lucas e Luiza chegaram pra mudar pra sempre a minha vida.

Era tanta felicidade que eu e meu marido nos abraçávamos e chorávamos o tempo todo. Só quem já passou por isso entende. Algumas mulheres engravidam tão fácil, né? Pra outras, é preciso luta. Comigo foi assim. E talvez tivesse que ser mesmo.

Agradeço a Deus e à ciência, todos os dias, pela dádiva de ter filhos. Meu amor por eles cresce a cada dia e é um orgulho enorme ter Lucas e Luiza ao meu lado, preenchendo um vazio que eu nem sabia que existia.

Raquel Carneiro

gravida

gemeos 3

gravida gemeos 2

 

Comentários no Facebook
10 Comentários
  1. Renata Barros 06/11/2014 | 10:46

    Nossa! Que felicidade!!!!
    Já fiz 2 tentativas e até agora nada…Estou um receosa, querendo desistir! :(
    Se puder enviar e-mail contando qual o seu médico, onde vcs fizeram a FIV…
    Um abraço.

    Responder
    • Raquel 06/11/2014 | 14:02

      Oi, Renata!! Não desista!!! Você vai conseguir!! Acredite sempre!!!
      Meu médico foi o Marcello Valle, da Clínica Origen, do Rio.
      Estou na torcida por vc! Sei o quanto é difícil comemorar a gravidez das amigas, enquanto a gente não consegue. Força e fé!!! Bjs

      Responder
  2. Michelle 06/11/2014 | 11:19

    Oi.
    Gostei do seu depoimento, tenho 32 anos, também luto a 3 anos contra uma endometriose grave, e estou em um começo de tratamento para Fertilização In.
    Como você disse, uma tem filhos como um sopro, e outras, param suas vidas em nome deste sonho.
    Espero um dia dar o meu relato de boas noticias, num futuro, não tão distante.

    Responder
    • Raquel 06/11/2014 | 19:22

      Oi, Michelle!! Não duvide nunca de que vc é capaz de ser mãe. Endometriose é uma doença complicada, que nos deixa nervosa, com muitas dores… Sei bem o que vc tem passado. Parabéns pela coragem!!! E boa sorte!!! Mil beijos, Raquel

      Responder
  3. Carla 06/11/2014 | 17:01

    Que lindo… Meus olhos se encheram de lágrimas agora.

    Que força, que fé e coragem invejáveis!!!

    História maravilhosa!

    Responder
    • Raquel 07/11/2014 | 09:20

      Obrigada, Carla!! É difícil mesmo assumir pro mundo sua infertilidade… Mas eu consegui!! E quero que outras mulheres com o mesmo problema nāo sintam vergonha e lutem com todas as armas para realizar o sonho de ser māe Mil beijos

      Responder
  4. Michele dos Santos Freitas 09/11/2014 | 22:57

    Oi Raquel, boa noite!
    Que bom ler a sua história, estou nesse momento me recuperando da segunda cirurgia que faço por causa da endometriose. Sou casada a pouco mais de 6 anos e tento engravidar a mais de 4 anos. Histórias como a sua e fé me enchem de esperança. Deus te abençoe. Abraços Michele

    Responder
    • Raquel 13/11/2014 | 23:29

      Oi, Michele!!! Nunca perca a esperança. Acredite, lute e tenha fé!!! Sei o quanto é duro e até desesperador. Mas você chega lá. Desde já estou na torcida!!! Deus abençoe vocês!!! Bis

      Responder
  5. Waldirene Munhos 22/11/2014 | 16:36

    Linda a historia, tbm estou gravida de gemeos, dois meninos Theo e Miguel, 4 tentativa da FIV, estou com 33 semanas, muito ansiosa e cansada tbm… Tenho certeza que todo o nosso esforco vale a pena..

    Responder
  6. Lisiane 01/12/2014 | 21:49

    Me identifiquei muito com sua história, fazem 4 anos q tento engravidar e não consigo, já fiz uma videolaparoscopia que detectou endometriose e uma trompa com hidrossalpinge. Troquei de médico, pois o médico que eu ia dizia que mesmo com uma trompa e com endometriose era possível eu engravidar. Estou indo em SP no IPGO com o Dr Arnaldo, médico maravilhoso, fiz novamente a videolaparoscopia, agora com ele retirei as 2 trompas pois ambas atrapalhariam a FIV pois estavam com hidrossalpinge. Agora vou começar a indução para fazer a FIV, e tenho certeza que vou conseguir meu tão sonhado positivo. Bjo.

    Responder
Deixe um comentário