15.11.2017

Xô bagunça: 11 ideias para organizar o quarto das crianças

Brincadeiras e Passeios, Diversão, Quartos

Manter o quarto das crianças organizado é uma tarefa difícil. Mas, com criatividade, encontramos ideias práticas para dar um jeito na bagunça sem precisar se descabelar com os pequenos.

Baús com rodinhas, gavetas, prateleiras acessíveis para a criança pegar e guardar depois são ótimas soluções.

Ahh e nada de ir acumulando brinquedos e roupas. A cada ano promova momentos de desapego junto com seu filho para selecionar o que não é mais usado e aproveite para doar para outras crianças! ;-)
Vejam algumas dicas:

 

(Fonte: Pinterest)

06.11.2017

Por que os pais devem se sentir bem dizendo “NÃO” a seus filhos

Educação dos Pequenos, Mamães & Papais

Falar “não” para os nossos filhos e ver eles com essa carinha de choro dessa foto corta o coração de qualquer mãe, né? Mas segundo muitos psicólogos, o “não” tem uma importância enorme no desenvolvimento e na educação dos pequenos.

Vejam que interessante esse texto e as dicas da nossa parceira e psicoterapeuta infantil Mônica Pessanha. Ela listou 5 razões para dizer “não” e assim ensinar lições importantes para os nossos filhos.

Dizer “não” com frequência às suas crianças pequenas pode ser o oposto do desejo dos pais. Mas essa resistência em torno de dizer não se deve a dois fatores: muitos pais acreditam que os nãos podem prejudicar a auto-estima dos filhos, já que ele aparece relacionado à uma desaprovação e consequentemente pode causar frustração. Muitos pais que devido a imensa carga de trabalho acham que protege-los de qualquer desconforto ou coisas que os filhos não desejam fazer é a melhor maneira de demonstrar amor por eles. Na verdade, dizer não aos filhos é uma das melhores coisas que você, como pai ou mãe, pode fazer por eles.

É verdade que seus filhos podem ficar desapontados quando ouvem a palavra “não”, no entanto, isso os tornará muito mais preparados para a realidade da vida adulta, onde todos nós temos que ouvir a palavra com mais freqüência do que gostaríamos. Não convencido?

Aqui estão mais 5 razões pelas quais você deve aderir a ideia de dizer “não” para seu filho.

1. As crianças precisam sentir desconforto.Protegê-los de situações ou sentimentos desconfortáveis irá configurá-los com expectativas irrealistas para o futuro. Não só o desconforto que eles inevitavelmente enfrentam na idade adulta vem como um choque para eles, eles não terão as habilidades de enfrentamento para lidar com ele de forma produtiva.

2. As crianças precisam aprender a aguardar. Atrasar a gratificação é um dos fatores mais importantes para o sucesso na vida ao dizer constantemente “sim” aos caprichos dos nossos filhos, estamos novamente configurando-os com expectativas irrealistas. Como adultos, temos que trabalhar arduamente para obter o que queremos e, em muito poucos casos, isso acontece instantaneamente. Então, nossos filhos devem aprender esta lição muito importante no início, mesmo que o tempo de espera seja comparativamente muito curto. Por exemplo, a sobremesa vem depois do jantar terminar, e assim por diante.

3. Limites fazem as crianças se sentirem seguras. Negociar com crianças pequenas parece ser uma abordagem saudável, às vezes pode servir para confundir esses limites. Incerteza e inconsistência podem produzir ansiedade em adultos e é o mesmo para as crianças. Se as crianças nunca sabem onde elas estão ou as respostas que elas vão conseguir, pode torná-las ansiosas e fazer com que perca a confiança em você e sua autoridade.

4. As crianças precisam saber que seus pais estão no comando. Negociatas com seus filhos pode perturbar a dinâmica da relação pai-filho. É só lembrar que a relação pai-filho não é igual como a relação de amigos. Assim, o melhor a fazer é substituir os pedidos de barganha por um ‘não’ firme. As crianças pequenas sabem que não sabem tudo sobre o mundo ou como cuidar de si mesmas, mas eles acreditam que você faz. Ser assertivo irá tranquilizá-los que você faz, e fará com que eles se sintam seguros.

5. As crianças precisam de pais que sejam pais, e não amigos. Muitos pais acreditam hoje que seus filhos não os amarão ou gostarão deles se forem muito rígidos. Como resposta a esse medo, eles tentam ser mais amigos do que pais e, na maioria das vezes, os amigos não dizem ‘não’. Não há absolutamente nenhuma evidência que sugira que a parentalidade amorosa, mas firme, quebrará seu vínculo com os filhos. Pelo contrário, é mais provável criar e manter uma relação saudável e mutuamente respeitosa com seus filhos à medida que crescem. O que conta aqui também é a habilidade de se saber dizer não. Muitas pessoas têm dificuldade em dizer não a amigos, empregadores ou colegas. Como resultado dessa falta de habilidade em dizer não, acabam fazendo coisas que não. Se o seu filho cresce com os limites saudáveis que provêm do “não”, é muito mais provável que eles possam criar esses limites para si e para seus relacionamentos adultos. Então não abra mão de dizer ‘não’ a seus filhos – eles podem não perceber isso, mas eles querem e precisam ouvir isso de vez em quando!

 

Mônica Pessanha é psicoterapeuta de crianças e adolescentes, mãe da Mel, uma menina que adora desenhar, mantenedora das Brincadeiras Afetivas (Oficina terapêutica entre mães e filhos(as) – www.facebook.com/brincadeirasafetivas
Atende no Morumbi – SP – monicatpessanha@hotmail.com / (11)965126887 e (11)37215430 – Orientação e aconselhamento para pais por Skype.

30.10.2017

Coleção linda de body e camiseta infantil Reserva Mini + Cheguei ao Mundo

Bebês, Bebês com Estilo

Vocês conhecem a coleção de bodies e camisetas infantis do Cheguei ao Mundo com a Reserva Mini?

Lançamos outro dia várias estampas novas fofíssimas, mas ainda estão à venda aquelas tradicionais que amamos. São ótimas para dar de presente também, para meninos e meninas 0 a 12 anos.

Clique aqui para ver todas as peças!

Vejam algumas estampas que adoramos e selecionamos para vocês!

Page 1 of 21812345