22.03.2017

Mulher faz ensaio fotográfico surpresa para anunciar gravidez ao marido

Mamães & Papais, registros especiais, To Grávida

Olha que legal essa surpresa que a americana Brianne Dow fez para contar para o marido que estava grávida.

Para convencê-lo a ir até um parque, ela disse para o marido que eles tinham ganhado um ensaio fotográfico. No local, a fotógrafa tirou algumas fotos deles, colocou os dois de costas e deu um quadrinho para eles. O casal precisava escrever três palavras que descrevessem o amor que sentem um pelo outro.

Na hora em que se viraram, a surpresa!! No quadro dela estava escrito “Você vai ser papai”. O marido não aguentou e foi às lágrimas. Que emoção, né? ;-)

Vejam as fotos e inspirem-se!

anunciar gravidez surpresa

anunciar gravidez surpresa2

anunciar gravidez surpresa3

anunciar gravidez surpresa4

anunciar gravidez surpresa5

anunciar gravidez surpresa6

anunciar gravidez surpresa7

anunciar gravidez surpresa8

anunciar gravidez surpresa9

anunciar gravidez surpresa10

(Fotos Samantha Boss)

06.03.2017

Ligeiramente Grávida – Kika (Promovida a mãe)

Ligeiramente Grávida, To Grávida

Hoje no “Ligeiramente Grávida” tem o relato da Kika. Ela é mãe da Laurinha e da Luisa e escreve para o blog Promovida a Mãe.

A Kika amou ficar grávida e topou dividir com a gente um pouco mais sobre as suas experiências em cada gravidez e como é ser mãe de duas meninas. Confiram!

kika_promovidaamae2

Oie! Sou a Kika do Blog Promovida a Mãe. Sou mãe de duas lindas princesas, a Laura hoje com 7 anos de muita travessura e a Luísa de 3 anos de grande vivacidade e inteligência.

Falar de gravidez é algo que me fascina! Como amei estar grávida e ser promovida a mãe…Sentia-me plena, bonita e poderosa gerando uma nova vida! Morro de saudades dos chutes, soluços e piruetas e não é incomum me pegar sonhando acordada com esse período!

Assim como cada filho é único, achei que as duas gestações foram únicas também! Cada uma teve a sua magia, porém foram 9 meses bem distintos… A segunda gravidez veio após um pouco mais de 3 anos do nascimento da minha primeira filha. Precisei desse tempo para realmente acreditar que poderia e deveria ser mãe novamente, pois passamos um susto com a nossa primogênita, no qual me marcou profundamente. Antes da Luísa chegar sofri um aborto espontâneo, outra marca profunda para mim e para todas as mulheres que vivenciam esse tipo de experiência! Mas como tudo na vida passa, viramos essa página e persistimos nos nossos sonhos! A nossa Luísa foi muito desejada e amada, outro presente que recebi em minha vida!

Na minha primeira gravidez, passei muito mal nos 3 primeiros meses. Já aconteceu de ter de parar o carro no meio da rua para… Vocês me entendem né? Rsrs. Porém foi uma gestação tranquila do começo ao fim. Trabalhei quase até o final da gestação, mas também tive muito tempo para curtir cada segundo. Como mãe de primeira viagem, pesquisei e li muito sobre a maternidade…

Já na segunda gravidez o inicio foi maravilhoso, mas, com 30 semanas de gestação, perdi o meu tampão mucoso e tive que encarar um repouso absoluto por 8 semanas. Esse período foi extremamente difícil, pois, já tinha a Laurinha que me demandava muita atenção! A “culpa” foi um sentimento que surgiu na segunda gestação. Pelo fato de já ter vivenciado uma gravidez, associado ao fato de ter uma criança que me tomava todo o tempo e as tarefas do dia a dia, não sobrava muito tempo para “curtir” a barriga. Lembro que na gravidez da Laurinha conseguia acariciar, cantar e me conectar mais com a barrigona! Mas como toda mãe carrega culpa, hoje entendo que isto é perfeitamente aceitável!

A decisão de ter o segundo filho foi uma das melhores da minha vida! As duas me completam, se completam e tornam a minha família, a mais feliz do mundo! Agradeço todos os dias pela oportunidade e o privilégio de ser mãe de duas meninas tão maravilhosas!

kika_promovidaamae

30.01.2017

Ligeiramente Grávida – Fefa (Promovida a Mãe)

Ligeiramente Grávida, To Grávida

No Ligeiramente Grávida de hoje recebemos a Fefa, mãe do Rafael, do Felipe e uma das editoras do blog Promovida a Mãe. Ela sempre sonhou em ser mãe e teve filhos com diferença de menos de 2 anos.

A Fefa dividiu conosco as principais mudanças que sentiu durante cada gravidez e pós parto. Confiram que lindo texto!

fefa_promovidaamae2

Olá. Meu nome é Fernanda, mas podem me chamar de Fefa. Sou uma das editoras do blog Promovida a Mãe e hoje vou contar para vocês um pouco sobre minha experiência com a maternidade.

Eu sempre sonhei em ser mãe… Quem me conhece sabe que, casando ou não, eu seria mãe de todo jeito!

Casei, e o sonho só ficou mais forte. Após um ano e meio de união engravidei do meu primeiro filho, o Rafael. Demorei quatro “eternos meses” para ficar grávida e quando o exame positivo veio foi o momento mais feliz e anestesiante da minha vida. Poxa, meu maior sonho ia finalmente se realizar. E agora? Agora vou curtir cada segundo! Fui uma grávida muito zen. A TPM foi embora, a calmaria se instalou no meu dia a dia e uma paz tomou conta de mim. Que felicidade. Que momento único.

Certo dia, ao final da gravidez, lembro-me bem de ter ido até a missa, ajoelhei-me e rezei para que meu filho chegasse com saúde. Agradeci com todo meu coração pela graça de poder gerar uma vida. Lágrimas escorriam pelo meu rosto e desciam até um largo sorriso de felicidade. Enquanto acariciava e olhava minha barriga, falei com meu bebê o quanto eu o amava e o agradeci por tê-lo em minha vida. Estava pronta para recebê-lo… E ele chegou, já no dia seguinte, dando um grande susto após um exame de rotina do pré-natal.

O início foi um sufoco. Eu que achava que ia tirar tudo de letra, tive muita dificuldade na amamentação, na adaptação da nova rotina e com a cólica exacerbada do Rafa. Por fim, sem conseguir perceber, fiquei deprimida. Achava que toda aquela dificuldade inicial era comum. Que era normal passar horas e dias sem vontade de tirar o pijama já que tinha madrugado noites a fio. Mesmo minha mãe alertando que eu não escutava ninguém, que precisava ter mais calma e tentar levar as coisas de uma forma mais leve, eu não me permitia…

Mas eu precisava perceber mais, entender mais. A maternidade é um imenso aprendizado!

Quando o primogênito tinha um ano e um mês, a rotina já estava mais tranquila e fiquei grávida do Felipe. A gestação voou! Aquele monte de foto da barriga, dos detalhes do quarto, do enxoval já não faziam parte do meu arquivo pessoal. A caminhada no parque, a yoga para ajudar no momento do parto não foram rotina. Eu tinha um pequeno pra cuidar, brincar e me ocupar. Comecei a me culpar pela falta de “atenção” com o bebê que estava por vir. Comecei a achar que seria injusta com ele, com minha entrega, com meu amor. Socorro! Seria possível? Claro que não!

No final de 2012 entrei em trabalho de parto e o Felipe chegou na madrugada seguinte enchendo ainda mais minha vida de amor.

Porque todo aquele sofrimento? Como eu pude achar que não amaria aquele bebê tanto quanto amo o outro? Só vivendo para entender…

É um amor que nasce, renasce e transborda. É transformador!

O Felipe chegou para mostrar como eu precisava levar a maternidade…Tudo ficou leve e do jeitinho que tem que ser.

A experiência de um filho é sensacional. E com todo esse aprendizado posso dizer que o segundo vale ainda mais, tanto para mim quanto para eles.

Pelo amor multiplicado, amizade entre irmãos e diversão garantida!fefa_promovidaamae

Page 3 of 6312345