06.03.2014

Como proteger as crianças dos mosquitos

Bebês, Cuidados Diários

Que peninha que dá quando nossos pequenos são picados por mosquitos né… Nessa época do ano, com dias tão quentes, as crianças acabam ficando mais expostas com roupas sem manga, shorts, vestidos e viram um prato cheio para os mosquitos.

É preciso proteger bem as pernas, os braços e até mesmo o rostinho delas, pois a pele das crianças e dos bebês é muito sensível. E para quem têm alergia o cuidado precisa ser ainda maior! A nossa parceira e dermatologista Dra. Thatiana Blumenberg conversou com a gente e deu algumas dicas para manter os mosquitos longe dos nossos filhos! Xô mosquito!!

 

mosquito

 

Ah, vai picar outro!! – por Thatiana Blumenberg

Pernilongos, pulgas, borrachudos e formigas estão em toda parte.  Quando eles atingem nossos pequenos ficamos chateadas. Muitas vezes as crianças têm uma reação alérgica chamada estrófulo (principalmente até 3 anos de idade) e podem ter lesão em partes onde nenhum mosquito chegou. Isso é uma reação alérgica e não um festival de picadas.

Compressas geladas aliviam, mas, em alguns casos, só usando mesmo medicação (cremes pomadas ou orais) para resolver a situação!

Como prevenir é melhor que remediar…Usem e abusem dos repelentes! Vejam algumas dicas:

    • Até os 6 meses use apenas repelentes de tomada, mosquiteiros e telas.
    • A partir dos 6 meses podemos usar os repelentes, mas com atenção! Vejam:

1) A concentração de DEET não deve passar de 10% (Off kids, loção spray e aerosol).
2) Os repelentes com base de icaridina estão liberados para gestantes e crianças a partir de 6 meses (Jonhson & Jonhson loção).
3) Existem também as pulseiras repelentes (bye bye mosquitos) de citronela que prometem manter a ação por 5 dias!
4) O uso de vitaminas do complexo B para evitar picadas de mosquitos faz o corpo liberar um cheiro que pode funcionar como repelente para os mosquitos. Não há uma confirmação científica sobre isso e, como toda vitamina, pode aumentar o apetite das crianças.

Vamos fazer nossa parte mas lembre que assim como nós, os mosquitos amam nossas crianças!

Dra. Thatiana H. Blumenberg
Consultórios: Ipanema (tel.:3322-1038) /Laranjeiras (tel.: 2125-6920) / Barra (tel.: 3385-4597)
thbdermatologia@gmail.com  / Instagram: @THBdermatologia

25.09.2013

Cuidados com a pele e cabelo na gravidez

Looks e Beleza, To Grávida

Quer ter uma pele livre de manchas durante a gravidez? A Dra.Thatiana Blumenberg, dermatologista, dá todas as dicas! Confira! :-)

Pregnant woman spa, health skin care and beauty of pregnancy.

Cuidados com a pele e cabelo na gravidez – por Thatiana Blumenberg

Durante a gravidez ocorrem muitas alterações hormonais, vasculares e imunológicas. A mulher grávida é um poço de progesterona e nesse período podem surgir manchas escuras (melasma); vasinhos (telangiectasias) e a acne. 

Por isso é importante ter alguns cuidados básicos como lavar bem o rosto e usar um filtro solar que você AME – sim, ele será seu melhor amigo, além do chocolate, pelos 9 meses.

A mulher grávida pode usar alguns produtos no rosto durante a gravidez, mas a gama está restrita! O recomendado é buscar orientação médica assim que souber que está grávida, a prevenção é sempre melhor!!!

Alguns produtos que são liberados:

Para ajudar na prevenção de manchas e estimular produção de colágeno: Improve C espuma (vitamina C em espuma, Dermage);

Para acalmar a pele (evitar vermelhidão e irritação causada pela vascularização): Sabonetes neutros como Green Tea com Acelora (Dermatus) ou Dermotivin Soft em espuma (Galderma).

Para iluminar e estimular renovação celular – Ácidos: Ácido glicólico e azeláico, mas esses devem sempre ser usados sob orientação médica e em pouca quantidade.

Na hora do filtro solar escolha aquele que proteja MESMO, de preferência com FPS bem alto (ISDIN 90 ultra e Heliocare 90 são muito bons e bem secos).

Ah, e uma limpeza de pele seguida de uma máscara hidratante caem super bem!

Quanto aos cabelos, nesse caso a progesterona é bem generosa e eles costumam ficar mais volumosos, bonitos e tendem a cair menos (nem tudo está perdido!!!).

Muitos médicos contra indicam pintar as madeixas. Na minha opinião, a partir do segundo trimestre, afastando um dedinho da raiz não vejo problemas!  E vamos combinar que faz um bem danado para autoestima, né?

Lembro que é sempre muito importante buscar a orientação do seu médico para tirar todas as dúvidas do que pode/não pode.  Mas, se por acaso, você estiver usando alguma substância na pele ou no cabelo que seja “não permitida” durante a gestação, nada de pânico… É só deixar de usar! No mais, “boa hora”.

 

Dra. Thatiana H. Blumenberg
Consultórios: Ipanema (tel.:3322-1038) /Laranjeiras (tel.: 2125-6920) / Barra (tel.: 3385-4597)
thbdermatologia@gmail.com  / Instagram: @THBdermatologia