03.08.2015

Não está fácil Amamentar? Veja dicas super importantes para uma “pega correta”

Bebês, Saúde

O inicio do aleitamento materno, embora muito esperado e fundamental para a saúde da criança na prevenção de diversas doenças, pode ser um momento difícil, estressante, cheio de ansiedades, medos e incertezas.

Durante as primeiras semanas, o bebê precisa ser alimentado com frequência (a cada duas ou três horas). Os intervalos entre as mamadas vão aumentando gradualmente. O aleitamento materno exclusivo fornece os nutrientes necessários ao bebê até os seis meses de idade. Após esse período, a mãe pode introduzir uma dieta complementar, mas, ao mesmo tempo, é importante que continue a amamentá-lo, ok?

Conversamos com a nossa parceira pediatra, Dra. Danielle Negri, e fizemos esse post super detalhadinho com os principais tópicos que você precisa saber sobre a amamentação. Confira!

Preparando as mamas para o aleitamento

  • Banhos de sol nas mamas por 15 minutos, até as 10h da manhã ou após as 16h, durante a gravidez, ou banhos de luz com lâmpadas de 40 watts, a cerca de um palmo de distância, a fim de fortalecer a pele dessa região.
  • Evitar o uso de sabão, creme ou pomada no mamilo;
  • A ordenha durante a gestação para a retirada do colostro está contraindicada.

 

Posição correta

  • Ao amamentar seu bebê, a mulher deverá se sentir confortável e relaxada. Para tanto, poderá ficar sentada, deitada ou em pé, desde que a barriga da criança fique junto ao corpo da mãe.

 

Posições incorretas

  • Bebê abocanhando apenas o mamilo.
  • Corpo do bebê distante do corpo materno.
  • Mãe segurando fracamente o bebê.
  • Consequências: fissura mamilar, dor, ferida, ingurgitamento e interrupção da amamentação.

 

Young mother breastfeeding a baby in nature

Como ordenhar o leite?

  • Prender os cabelos, manter unhas limpas e curtas.
  • Lavar bem as mãos e antebraços com bastante água e sabão, enxaguar e secar com uma toalha individual limpa.
  • Fazer massagens circulares nas mamas com as pontas de dois ou três dedos, começando pela aréola (parte escura ao redor do bico), fazendo movimentos de apertar e soltar. Isto fará com que o leite comece a sair.
  • Posicione os dedos no limite da aréola, com a mão em formato de um C. Puxe os dedos contra você e faça os movimentos de apertar e soltar. O leite começará a sair.
  • Para limpar as mamas, utilize as primeiras gotas de leite.
  • Depois disso, recolha o leite diretamente no frasco esterilizado.

 

Técnica para esterilização dos frascos

  • Utilizar frascos de vidro limpo, com boca larga e tampa plástica resistente (como os de maionese ou café solúvel).
  • Remover a etiqueta e o papelão da tampa, lavar com bastante água e sabão e enxaguar.
  • Numa panela, cobrir com água os vidros e tampas e deixar ferver durante 20 minutos.
  • Retirar os vidros e as tampas e colocar para secar sobre um pano limpo, deixando-os de boca para baixo. Quando estiverem secos, tampe-os.

 

Como guardar o leite retirado?

  • Não encher o frasco até a borda (dois centímetros abaixo).
  • Colocar uma etiqueta onde você deverá anotar a data da coleta.
  • Ao terminar a ordenha, feche o frasco, armazenando-o imediatamente no congelador ou freezer (por até 15 dias), na geladeira (por até 12 horas) ou temperatura ambiente (por 2 horas).
  • Na próxima ordenha, utilize outro frasco esterilizado.
  • Evite deixar o vidro contendo o seu leite encostado a outros alimentos.
  • Descongelar o leite em banho-maria, com o fogo apagado.
  • Homogeneizar o leite, agitando suavemente o frasco.
  • O leite descongelado tem validade máxima de 24 horas sob refrigeração. O leite amornado que não for consumido pelo bebê deve ser desprezado.

 

Dra. Danielle Negri é Pediatra/Neonatologista – Médica Supervisora UTI Neonatal Perinatal Barra
Consultório – (21) 2512-8409
dradani@daniellenegri.com.br – www.daniellenegri.com.br

Comentários no Facebook
2 Comentários
  1. […] FONTE CHEGUEI AO MUNDO  – CLIQUE AQUI […]

    Responder
  2. […] Não está fácil Amamentar? Veja dicas super importantes para uma “pega correta” […]

    Responder
Deixe um comentário