24.04.2017

Mamãe, me ajuda a guardar os brinquedos?

Educação dos Pequenos, Mamães & Papais

Quem dera se os brinquedos aparecessem e desaparecessem como num passe de mágica! Aquele momento em que os pais olham para o chão cheio de pecinhas pequenas não traria a sensação de cansaço só de pensar: “Ah, tenho que arrumar tuuudo isso!!”

Conversamos com a nossa parceira psicóloga, Mônica Pessanha, sobre a importância desse momento e ela nos deu ótimas dicas para lidar com a arrumação dos brinquedos! Confira tudo no texto abaixo! :)

Alphabet blocks and abacus isolated on white

Guardar brinquedos traz para os pequenos senso de autonomia e ajuda na construção da independência. Mas além dessa questão tão importante para o desenvolvimento, guardar os brinquedos proporciona às crianças uma sensação de segurança porque ela perceberá que as coisas estão sempre no mesmo lugar e, se quiserem, saberão onde encontrá-los.

Sabemos o quanto essa tarefa de ajudar as crianças a guardar os brinquedos pode ser trabalhosa. Mesmo com tamanha dificuldade, não desista de ensinar, respire fundo e conte até 10, se for necessário. Lembre-se de que vocês já estão em um caminho certo. Dando exemplos às crianças, elas imitam os adultos e quando você menos esperar lá estarão elas, arrumando a cama, guardando as roupas nos armários e os brinquedos. 

Pensamos em algumas dicas para ajudar os pequenos nesse processo:

1- Paciência: as crianças pequenas precisam de ajudar para compreender que a hora de guardar também é importante. No geral, elas gostam mais de tirar as coisas de lugar do que colocar de volta. Vale brincar de quem guarda primeiro. Dê-lhes tempo para guardar os brinquedos.

2- Se você tem filhos mais velhos, vale deixar uma área separada para que eles brinquem sem formar aquela bagunça e briguem entre eles. Mas isso não é uma regra, até porque os irmãos devem brincar juntos. Isso ajuda apenas na organização das coisas e nas rotinas diárias.

3- Reduza a quantidade de brinquedos disponíveis. A criança não precisa brincar com tudo que ela tem ao mesmo tempo. Você pode ajudá-la a escolher com o que vai brincar . Vale até criar um conjuntos de brinquedos em caixas diferentes. Assim a criança poderá escolher, brincar de comidinha e pegar a caixa com esses objetos!

4-Crie uma música para guardar os brinquedos. As crianças pequenas adoram cantar e dançar e essa pode ser uma boa ferramenta para ensiná-la que quando a mamãe começa a cantar “tá na hora de guardar” os brinquedos. Assim, elas se preparam para recolhê-los.

5- Seja firme, calmamente ignore birras e tire o foco, ofertando à criança outra atividade.

6- Tente aceitar uma certa quantidade de bagunça e aos pouco vá introduzindo as regras. 

Mônica Pessanha é psicoterapeuta de crianças e adolescentes, mãe da Mel, uma menina que adora desenhar, mantenedora das Brincadeiras Afetivas (Oficina terapêutica entre mães e filhos(as) – www.facebook.com/brincadeirasafetivas
Atende no Morumbi – SP – monicatpessanha@hotmail.com / (11)965126887 e (11)37215430 – Orientação e aconselhamento para pais por Skype.

Comentários no Facebook
1 Comentário
  1. Renato 03/05/2017 | 01:31

    Oi, tudo bem? Só passando para elogiar o capricho e as belas fotos do seu blog! Um abraço

    Responder
Deixe um comentário