12.07.2014

Ligeiramente Grávida – Ale Garattoni

Ligeiramente Grávida, To Grávida

A nossa “ligeiramente grávida” de hoje é a querida Ale Garattoni. A Ale é jornalista de moda e escreve textos incríveis no seu blog www.alegarattoni.com.br, que somos super fãs há muito tempo!

Ficamos muito felizes quando a Ale topou na hora contar pra gente um pouquinho sobre a descoberta da sua gravidez. Ela engravidou da pequena Maria Helena logo na primeira tentativa, mas demorou a acreditar mesmo com resultado do Beta HCG acima de mil!!

Adoramos a sua história, Ale! Obrigada por compartilhar com a gente! ;-) Confiram!

ale garattoni_foto gravida

Conheci o Rodrigo na semana em que me mudei para São Paulo, em 2006, e em menos de um mês estávamos namorando. Casamos em julho de 2008 e, desde então, eu ia empurrando pro ano seguinte a decisão de engravidar – é um pouco por conta do egoísmo contemporâneo, mas sempre tinha um “depois das próximas férias”, “depois de determinado trabalho” etc etc. Até que, em agosto de 2012, me dei conta que não devia mais esperar, que já estava mais do que na hora.

Viajei para Miami para comemorar meu aniversário, que é na primeira semana de agosto, e decidimos começar a tentar ali. Eu morria de medo de, por já não ter mais “vinte aninhos”, precisar passar por tratamentos ou demoras. Nem por um segundo imaginei que engravidaria na primeira tentativa. No último dia dessa mesma viagem eu estava em Nova York e passei longos minutos na Catedral St. Patrick (uma das igrejas que mais amo no mundo) rezando para conseguir engravidar ainda em 2012. Eu já estava grávida e nem imaginava!

Umas duas semanas depois, a menstruação não desceu como de costume (sempre fui mega certinha no ciclo) e uma luzinha amarela de “será?” até acendeu na minha cabeça. As peças iam meio se juntando, eu sentia uma fome infinita e estava com os seios enormes. Mas ao mesmo tempo em que eu enxergava a possibilidade e, de certa forma, já tinha aquele sexto sentido me dizendo que estava grávida, meu fortíssimo lado racional não me deixava acreditar. Pra ter uma ideia, nem teste de farmácia fiz, porque achava impossível. Com quatro dias de atraso, embarquei pro Rio, pois o Rodrigo tinha ido passar 15 dias no Alasca e eu ia aproveitar para ficar com minha família. Como meu ginecologista era lá, aproveitei pra marcar uma consulta. Fiz a ultra de consultório e ainda nem aparecia nada, só uma “suspeita de saco gestacional”. Ele me pediu um beta, que fiz logo ao sair de lá. À noite, pelo computador, o resultado com a confirmação. Eu ainda estava tão sem acreditar que, mesmo com um resultado acima de mil no beta, precisei ouvir do médico no dia seguinte para ter certeza que estava grávida.

Hoje, só me arrependo de ter sido tão racional. Queria já ter feito um teste de farmácia no primeiro dia de atraso e queria já ter pulado de alegria ali mesmo, sem duvidar tanto da benção que recebi! Como meu marido estava no Alasca, só pudemos comemorar juntos uns dez dias depois. Mas receber a confirmação no Rio teve um valor muito especial pra mim. Afinal, essa é a cidade onde nasci, onde vivi até meus 29 anos e para onde pretendo voltar de vez um dia, agora com minha Maria Helena!

Ale Garattoni

foto ale garattoni

evolucao-gravidez_ale garattoni

Comentários no Facebook
0 Comentários
Deixe um comentário