23.10.2017

Catapora é coisa séria! 10 dicas importantes sobre a doença

Bebês, Saúde

Manchinhas vermelhas que coçam muito na cabeça, no corpo e no rosto dos nossos pequenos. Esses são os principais sinais que conhecemos da catapora (ou chamada de varicela). Mas também devemos ficar atentas a outros sintomas como: febre baixa, cansaço, perda de apetite e dor de cabeça.

Altamente transmissível, a catapora é comum na infância, por isso muita gente não tem ideia dos riscos e de que pode ser uma doença séria, especialmente em recém-nascidos.

Na semana passada, o Cheguei ao Mundo esteve no Evento #cataporaécoisaséria com um piquenique lindo na Lagoa (RJ) e ótima palestra da Dra. Evely Tanaka, médica especialista da GSK.

Aproveitamos para listar aqui pra vocês 10 pontos importantes que ela destacou na palestra, tanto para a prevenção como para os primeiros sinais da catapora.

Alguém aqui teve um pequeno com catapora ou já vacinou?

Confiram:

Dra. Evely Tanaka, médica da GSK

 

1- O contágio acontece por via respiratória, mas também através do contato com o líquido da bolha ou pela tosse, espirro e saliva ou por objetos contaminados pelo vírus.

2- Os sintomas da catapora, em geral, começam entre 10 e 21 dias após o contágio da doença.

3- Coçar as lesões pode favorecer infecções secundárias, que são as principais causas de internação. A complicação mais comum é a infecção da pele, em geral pela introdução de bactérias nos ferimentos através da coceira.

4- O risco é alto em contatos próximos e permanentes em ambientes fechados por mais de 1 hora, como em creches, escolas, enfermarias e salas de espera de consultórios.

5- A catapora pode gerar complicações em crianças, como: redução da função de órgãos internos (principalmente do sistema nervoso central, que é responsável pelos nossos sentidos e movimentos); infecções bacterianas na pele; sangramentos espontâneos e pneumonia bacteriana.

6- Em cerca de 10 a 20% de quem teve a doença, pode ocorrer a reativação do vírus levando ao aparecimento do herpes zóster (“cobreiro”).

7- No tratamento da catapora, em geral, são utilizados medicamentos específicos recomendados pelo médico para aliviar a dor de cabeça, baixar a febre e aliviar a coceira.

8- Os cuidados de higiene são muito importantes e devem ser feitos apenas com água e sabão. Para diminuir a coceira, o ideal é fazer compressa de água fria. As vesículas não devem ser coçadas e as crostas não devem ser retiradas.

9- A catapora pode ocorrer durante todo o ano, mas há aumento de casos no período que vai do fim do inverno até a primavera (agosto a novembro).

10- A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) recomendam duas doses da vacina contra varicela. A primeira dose aos 12 meses e a segunda aos 15 meses, mantendo o intervalo de três meses da dose anterior de tríplice viral + varicela ou de tetra viral. A vacina contra a varicela está contra indicada durante a gravidez.

26.09.2017

Você sabe o que é a doença Mão-pé-boca?

Bebês, Saúde

Muito comum em bebês e crianças pequenas, a doença chamada de Mão-pé-boca é causada por um vírus que costuma afetar principalmente a garganta.

Logo no início, a doença é parecida com uma virose comum, mas após 2 dias aproximadamente começam a surgir pontos avermelhados e lesões característicos da doença.

Confiram todas as informações da Dra. Danielle Negri, pediatra e parceira do blog, e saiba como proteger e tratar o seu filho.

A doença conhecida como mão-pé-boca ou síndrome mão-pé-boca é uma doença contagiosa causada por vírus, sendo os mais comuns o Coxsackie vírus A16 e o Enterovírus 71.

É uma virose benigna, que dura cerca de uma semana e desparece sem deixar sequelas. Aparece com mais frequência nos meses de outono e inverno em crianças menores de 5 anos.

A transmissão se dá através de gotículas de salivas contaminadas, contato com as secreções das feridas e também contato com as fezes de pacientes infectados. Portanto, deve-se evitar o contato com tosse, espirros e beijos de pessoas contaminadas, beber água no mesmo copo, apertar as mãos de pessoas infectadas, contatos com roupas, objetos e brinquedos também contaminados.

A infecção causa, classicamente, pequenas feridas na cavidade oral e erupções nas palmas das mãos e nas plantas dos pés. Os sintomas começam com dor de garganta, febre de 38o C , mal estar e falta de apetite. Dois dias depois, aparecem pontos avermelhados na boca que se transformam em bolhas e úlceras dolorosas tipo aftas. Um a dois dias depois, aparecem lesões bolhosas nas palmas das mãos e plantas dos pés, mas que também podem acometer tronco, braços, face e nádegas.

Mesmo após a cura da doença, o paciente pode continuar eliminando o vírus nas fezes por dias a semanas. Desta forma, o cuidado na troca de fraldas deve permanecer lavando-se bem as mãos após a troca.

A complicação mais comum da doença é a desidratação, uma vez que a criança deixa de ingerir líquidos e alimentos.

O diagnóstico é iminentemente clínico, porém, nos casos mais complicados pode-se fazer o exame das fezes para isolamento do vírus, assim como o exame das secreções das feridas e saliva.

A doença é auto-limitada. Desta forma, o tratamento destina-se ao alívio dos sintomas através do aumento da ingestão de líquidos, analgésicos para dor e anti-inflamatórios.

 

Dra. Danielle Negri é Pediatra/Neonatologista  – Médica UTI Neonatal Perinatal Barra
Consultório – (21) 2512-8409 / 2430-7109
dradani@daniellenegri.com.br – www.daniellenegri.com.br

07.08.2017

A Cólica do Bebê

Bebês, Cuidados Diários, Saúde

Que mãe nunca sofreu com as dores de cólicas do filho nos primeiros meses de vida, né?! Conversamos com a Dra. Danielle Negri, que é pediatra e parceira do blog, e ela fez um texto suuuper interessante explicando tudo sobre cólicas pra gente!

Confiram abaixo:

crying newborn baby girl

A Cólica do Bebê

A cólica é um espasmo intestinal que causa muita dor no bebê. Ela é transitória e aparece geralmente na terceira semana de vida, acabando em torno do quarto mês, em uma criança saudável. A cólica pode durar até três horas por dia e, normalmente, acontece no final da tarde ou à noite. Além do choro, o bebê fica irritado e agitado.

As causas para as cólicas ainda não estão definidas. Algumas evidências apontam para uma imaturidade do intestino e do sistema nervoso central. Outras alegam que ocorra pela presença de ar em excesso no estômago ingerido durante as mamadas. Parte desse ar se desloca pelo intestino, criando uma distensão abdominal e consequente dor. O tipo de alimentação, a condição física do bebê, o cansaço ou ansiedade transmitida pelos pais, podem ser também outras causas.

Mas como saber se o choro é por cólica ou fome?

O bebê chora por diversas razões: fome, frio, sono, calor, dor, incômodos por fralda molhada ou apertada ou até porque quer aconchego e carinho. Com o tempo, a mãe vai aprendendo a identificar o motivo de choro do seu bebê. No entanto, a criança que chora por fome se acalma assim que mama. Isso não acontece quando o choro é por cólica.

O choro de cólica é estridente. O bebê fica irritado, inquieto, se contorce todo, fica com o rosto vermelho, faz caretas, encolhe as perninhas e se joga para trás.

O estresse e a tensão do ambiente podem deixar o bebê ainda mais agitado, acentuando a cólica. Com frequência as cólicas ocorrem ao fim do dia quando todos estão mais cansados. Se a mãe fica nervosa, o bebê sente essa ansiedade e insegurança, por isso a mãe tem que tentar ficar o mais tranquila possível e passar segurança para o seu bebê com muito amor e carinho.

É importante ficar atento para não confundir cólica por imaturidade intestinal ligada ao leite com as cólicas por gases que acontecem por distensão abdominal com consequente dor. O bebê pode engolir ar quando amamenta ou se alimenta. E quando isso ocorre aumentam as dores por gases. Assim, recomenda-se colocar o bebê bem inclinado para se alimentar, arrotar após as mamadas e colocá-lo para dormir de lado.

Como evitar as cólicas

Antes de mais nada, calma! A ansiedade da mãe não ajuda a acabar com a cólica, mas algumas ações podem amenizar a dor:

– um banho morno ajuda o bebê a relaxar;
– exercício com as perninhas do bebê, como “pedalar no ar” podem auxiliar a eliminar o excesso de gases;
– massagem na barriguinha do bebê, sempre no sentido horário, mobiliza os gases;
– compressas mornas na barriguinha com toalhas felpudas passadas a ferro têm efeito analgésico (teste antes o calor da toalha em sua própria face).
– um ambiente tranquilo e uma música suave ajudam a relaxar mãe e filho.
Porém, o mais importante é ter paciência para acalmar o bebê, aconchegando-o no colo, barriga com barriga, ou apoiado de bruços na extensão do antebraço dos pais.

Dica importante: Oferecer chá ao bebê não acaba com a cólica e pode prejudicar a amamentação. Remédios contra gases têm pouca eficácia, mas ajudam a melhorar um pouco a dor.

Relação entre cólica e dieta materna

A alimentação materna como possível causa da cólica ainda é controversa. A cólica pode ocorrer tanto em bebês amamentados no seio quanto naqueles amamentados com leite de vaca (fórmulas). Entretanto, existe a possibilidade de alguns alimentos (leite de vaca, soja, trigo, nozes) passarem para o leite materno e provocarem cólicas. No entanto, esses alimentos só devem ser retirados da dieta da mãe caso as cólicas estejam associadas a outros sintomas gastrintestinais que indiquem alergia alimentar, como a presença de rajas de sangue nas fezes do bebê.

Ao primeiro sinal de sangue nas fezes do bebê, seu pediatra deve ser consultado imediatamente.
E lembre-se, o ideal é prolongar ao máximo o aleitamento materno porque o leite de vaca tem alto poder de causar alergia.

A medida mais eficaz e importante para que se consiga passar por esse momento frágil e delicado que são os primeiros meses da vida da mãe com seu novo bebê é manter a calma e a  tranquilidade e ter em mente que as cólicas acontecem em um bebê saudável e que irão passar em poucos meses.

Dra. Danielle Negri é Pediatra/Neonatologista  – Médica Supervisora UTI Neonatal Perinatal Barra
Consultório – (21) 2512-8409
dradani@daniellenegri.com.br – www.daniellenegri.com.br

Page 1 of 1912345